Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Mau a Inveja

Acabo de ler seu comentario sobre inveja...no momento ando passando por momentos na minha vida em que a pessoas que fazem de tudo para copiar minha personalidade, e estou tanto fisica como psica..atordoados...o meu problema é que a pessoa que me inveja..ja foi uma grande amiga minha..e hoje não nos falamos mais..e no momento Ela..faz questão de imitar-me em roupas, sapatos...e o pior ela frequenta a mesma igreja que eu....por esta a frente na minha igreja de um grupo de cantico..estou muito incomodada com Ela..pois no tempo de missa sinto o olhar negativo dela sobre mim....e neste domingo..ela me apareceu com algo que meu namorado tinha me dado de presente..Desde de domingo o que faço é chorar e sentir medo.....no meu serviço estão todos preocupados pois sou uma pessoa alegre e espontanea..e parece que minha alegria foi corrompida....preciso de uma ajuda..pois sinto que estou ficando louca de pensar que essas coisas futeis estão me deixando pra baixo....ñ tenho animo p/ estudar e conversar com ninguem..o q faço tenho medo de ficar doente..por nada!!!..Graças a Deus nunca senti isto por ninguem inveja...mas saber que tem alguem que você nunca esperava esta atitude. é horrivel...

 

Janaina Loesch [janaina@transtiete.com.br]

publicado por Luísa Castel-Branco às 11:03
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De maria a 25 de Fevereiro de 2008 às 21:37
Admiro-a tanto..
um bjnho.


De paula_tavares a 29 de Fevereiro de 2008 às 15:09
O mal da inveja, é o mal do mundo e só tem inveja quem não se conhece como realmente é e tem necessidade de imitar os outros! Se as pessoas vivessem a sua vida e a aceitassem, não teriam tempo de viver a vida dos outros e intreferirem-se nela! Por isso, a única solução que vejo para essa amiga perseguidora, controladora e invejosa, é ignorá-la! é nem sequer pensar que ela existe, pedir que Deus ou o Universo lhe dê Luz, Luz para ter discernimento para a vida dela e não da vida do próximo, mais grave ainda, é verificar que sendo uma pessoa que parece crente, tem um procedimento incoerente. Liberta-a da sua vida! Não lhe dê importância! Quanto mais se fixar nela, mais o problema aumentará, mais força e importância esta a dar a alguém que não merece a sua consideração. A inveja é de facto terrível, mas temos que ser fortes para a ignorar, se não ficará mesmo doente, ficará ao que o povo costuma dizer, fica tolhida pela inveja.
Não tenha medo! Os invejosos são como os cães, percepcionam o nosso medo! Evite-a! Mude de igreja, de convivios ou pergunte-lhe directamente olhos nos olhos: Afinal o que queres de mim? - mas sem medo, porque o medo aprisiona! rodei-se de Luz, Amor e peça por ela nas suas orações. é tudo o que posso e sei dizer sobre esse cancro mundialmente humano - a inveja!


De gui a 11 de Março de 2008 às 20:33
Especialista em coisa nehuma? Parece que não stou sózinho. Considero muito mais quem reconhece que não é especialista em nada do que quem se diz especialista em tudo. Infelizmente é caso de grande número de portugueses. Ponham-lhes um microfone à frente e eles falam convictamente sobre qualquer assunto. Normalmente a gritar que ´e para dar mais força à sua razão. Fazem-me lembrar o Valentim Loureiro a falar alto e grosso a ngar quando lhe perguntavam se havia corrupção no futebol português. Lembram-se? Desculpe esta divagação. Afinal sou português...não é?


De Luísa Castel-Branco a 18 de Março de 2008 às 13:05
Minha Amiga,
Primeiro que tudo, uma cópia é apenas uma imitação do original.
Por isso, se a sua "amiga" a copia, o que tem que sentir é orgulho de merecer ser imitada, e pena da rapariga que não tem identidade própria e precisa de fazer tal coisa.
Depois, que história é essa de sentir os olhos dela, e depois da igreja ir a chorar para casa?
Você está dando força a coisa que não o tem!
Claro que a inveja dói e quando ainda por cima vem de alguém que nos foi próximo , dói ainda mais.
Mas tem que dar a volta à vida e não andar a dançar na musica que ela lhe dá.
Veja bem. Ela precisa de si para ser alguém e você quando conseguir ignora-la, vai deixar de perceber se ela a copia ou não.
Ela tem que se tornar transparente para si. Como se fosse apenas um fantasma.
Levante a cabeça, sorria e perceba que é isso mesmo que as pessoas invejosas não querem, que você continue com a sua vida.
Deixe de falar no nome dela. Corte qualquer conversa que tenha a dita por assunto.
Cada vez que lhe vier um pensamento sobre ela, obrigue-se a deitá-lo para o lixo.
Mesmo que demore, você vai ser capaz.
E quando conseguir reduzir essa pessoa a nada, o que quer que ela faça deixa de ter força.
Se não o fizer, aquela que foi sua amiga vai ganhar a batalha da sobrevivência , aniquilando a sua alegria, o seu trabalho, o seu estudo e quiçá a sua relação.
Um grande abraço e vá dando noticias.


De rosaborboleta a 27 de Março de 2008 às 17:26
Cara amiga Luisa,

Muitas portuguesas ainda pensam que fazer sexo é tabu, independentemente da idade. Tenho 42 anos e uma vida sexual activa desde os meus 23 anos. Podem chamar-me velha ou "quota", como os adolescentes dizem, mas o que é certo é que sinto-me como se tivesse agora 20 anos. Se todas as mulheres deste pais parassem para pensar um pouco sobre a sua vida sexual, então viriam que precisavam de mais incentivo para agradar ao parceiro. Porque minhas caras amigas o sexo é feito a dois ! Ironia. Gostava de dizer que o sexo não ter idade, nem cor, nem religião. Que somos mulheres e que necessitamos de carinho, afecto e atenção por parte dos nossos maridos ou companheiros, e que o sexo complementa isso tudo. Aprendam a viver com a vossa idade e metam os tabus no "caixote do lixo".
Porque a vida é para se viver plenamente, com alegria e satisfação. Não ter medo de enfrentar o sexo como de um bicho mau se tratasse.
Não acho que eu tenho razão, cara amiga Luisa?
Beijinhos e continue com os seus comentários que são bastantes interessantes.
Esta amiga apreciadora de bons temas.
MarianaIsabel.


Comentar post


Vox pop - E viva Campo de Ourique e as histórias felizes!

Fui lá armada em esperta. A intenção era saberm se aquelas mulheres que ali trabalhavam no Mercado de Campo de Ourique tinham sequer sabido da comemoração do Dia Internacional da Mulher.

E não é que todas, apenas uma excepção, tinham recebido presentes, eram casadas há mais anos do que imaginamos que ainda existam casamentos em Lisboa ?!

Toma lá Luísa para aprenderes!

posts recentes

Pois é, vem ai o Natal!

raquel disse sobre A dor ...

Ana Paula disse sobre Des...

Importa-se de repetir????...

Paula disse sobre Virgem ...

Sara disse sobre Virgem a...

Maria disse sobre Diário ...

Alexandra disse sobre DES...

sara disse sobre Negas a...

? disse sobre Diário de u...

Obrigada Maria

Negas ao sexo? Cuidado av...

Sobreviver a 2009

coisas q eu quero mudar e...

Sofia Diniz disse sobre A...

tags

todas as tags

arquivos

Dezembro 2011

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds