Segunda-feira, 24 de Março de 2008

Desafio nº13 – Afinal o sexo não é igual para todas!

O.K. Já todas sabíamos isto mas se por acaso leram os comentários ao meu desafio anterior acredito que tenham ficado tão surpreendidas como eu.
Umas com muito, outras com pouco!
Porque quem tem uma vida sexual chata, monótona e rotineira, não faz comentários, não diz nada.
Para quê? É daquelas situações a que as mulheres se habituam, como aliás nos acomodamos a muita coisa: as rugas, a flacidez do corpo, o desalento quando nos olhamos ao espelho, etc. e tal.
Claro que hoje em dia, para quem não se quer resignar à passagem do tempo, há sempre a hipótese de recorrer à cirurgia plástica, que se paga em suaves prestações, como quem compra um frigorifico novo.
Podem pensar que me estou a desviar do assunto, mas não.
Se pensarmos bem, se olharmos para nós e à nossa volta, facilmente verificamos que, exceptuando as mulheres que assumem o sexo da mesma forma que os homens sempre o fizeram, separado do amor, sobram todas as outras.
E o grande desafio está em manter a chama acesa, a libido a funcionar.
Ora quem aterra na cama, exausta ao fim de um dia de trabalho, é normal que lhe apeteça tudo menos...
É agora que partilho convosco algo que aconteceu na Feel Woman, a feira das mulheres da qual fui uma vez mais a embaixadora.
Para divulgar o evento estive em vários programas de televisão. E um dos temas que veio à baila foi a presença de uma sex shop.
Durante os três dias que duraram a Feel Woman, não imaginam quantas mulheres, a maioria com mais de quarenta anos, se dirigiu a mim perguntando-me de mansinho: “Onde está a tal loja? Aquela, sabe do que falo?”
Pois. Agora pergunto-vos eu, quantas de nós, já visitaram uma loja destas?
As jovens fazem-no, e descobri que inclusivamente compram muita coisa pela Net.
Mas para todas as outras mulheres, é difícil arranjar coragem para transpor a porta de uma destas lojas.
E na verdade, daquilo que vi, a escolha de produtos é mesmo muito interessante.
Até pode ser que o creme para a estimulação do clítoris, à base de plantas, não dê resultado. E o creme para o corpo que estimula os centros sensoriais, também não.
Mas o importante é o acto da compra. É a vontade de mudar alguma coisinha na nossa rotina sexual.
É dar uma facadinha na rotina, já que nem todas estamos dispostas a ter sexo no elevador com o vizinho do lado.
Digam de vossa justiça e até para a semana.
 
 
 
 
 
publicado por Luísa Castel-Branco às 09:49
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Vox pop - E viva Campo de Ourique e as histórias felizes!

Fui lá armada em esperta. A intenção era saberm se aquelas mulheres que ali trabalhavam no Mercado de Campo de Ourique tinham sequer sabido da comemoração do Dia Internacional da Mulher.

E não é que todas, apenas uma excepção, tinham recebido presentes, eram casadas há mais anos do que imaginamos que ainda existam casamentos em Lisboa ?!

Toma lá Luísa para aprenderes!

posts recentes

Pois é, vem ai o Natal!

raquel disse sobre A dor ...

Ana Paula disse sobre Des...

Importa-se de repetir????...

Paula disse sobre Virgem ...

Sara disse sobre Virgem a...

Maria disse sobre Diário ...

Alexandra disse sobre DES...

sara disse sobre Negas a...

? disse sobre Diário de u...

Obrigada Maria

Negas ao sexo? Cuidado av...

Sobreviver a 2009

coisas q eu quero mudar e...

Sofia Diniz disse sobre A...

tags

todas as tags

arquivos

Dezembro 2011

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds