Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

Vivam as mulheres!

 
Olá Luísa!
 
Começo por dizer que sempre que posso leio o seu Blog, pois sempre encontro palavras de alento e de encorajamento para cada situação que lhe é posta.
Talvez, também,  esteja eu agora a necessitar dessas palavras.
Resolvi ao fim de muito tempo (4 anos) também eu contar um pouco do meu VIVER, ou seja PASSAGEM POR ESTA VIDA daí para cá.
Após o falecimento de minha mãe, desenrolou-se uma situação em que também para mim tudo acabava.
Após 3 meses, por motivos nervosos, alterou-se o meu estado de saúde, tive Cancro de Mama, fiz uma mastectomia radical, fiz quimioterapia por 6 meses, tive de fazer fisioterapia ao meu braço esquerdo para poder movimentá-lo, que estava a ficar paralisado, tive de continuar em frente, porque era o que todos me diziam que  eu devia fazer, nessa altura tive o acompanhamento do meu marido, mas com o passar do tempo, ele foi continuando a sua vida nocturna (de laser) e eu ficando cada vez mais só. Não trabalhava há 11 anos, vivendo só para a minha Família.
 
Neste preciso momento, tenho de me sustentar a mim própria, e estou sozinha, pois o meu marido saiu de casa, (após 25 anos de casamento) o meu filho também ele foi para a sua casa, o meu pai faleceu aos 4 meses.
 
Nestes 4 anos perdi tudo o que tinha de bom!
 
A minha vida é fria, vazia, sem incentivos. Toda esta época de festas da Família que se aproxima, me revolta.
 
Iniciei umas actividades de Dança num Clube (porque sempre gostei muito de Musica e Dança ), mas quando chego a casa, tudo termina, tenho o meu Gato à minha espera, que é o único que anseia a minha chegada, e pede a minha atenção.
 
Com 52 anos que mais me esperará ainda? Uma solidão é o que me resta esperar desta vida.
 
Obrigada pelo tempo que me cedeu, felicidades, pois para mim dificilmente voltarei a dizer " SOU FELIZ "
 
 
 Cara Helena,
Acabei de ler a sua mensagem e pensei: se isto fosse uma história contada numa novela, toda a gente ia dizer que era impossível e exagerada!
Tem toda a razão. Em quatro anos a sua vida deu uma volta de 360 graus, com o enorme sofrimento pela morte dos seus pais, o fim do seu casamento e a sua própria doença.
E depois diz-me que se inscreveu nas aulas de Dança!
Você já parou para pensar o quanto é forte, o exemplo que é para todas nós?
Digo-o do fundo do meu coração porque acredito que poucas pessoas seriam capazes de, depois de tudo o que se passou consigo, encontrar forças sequer para se levantarem da cama!
Não a conheço, mas tenho orgulho em ter recebido as suas palavras e ficar a saber que existe um ser humano como a Helena.
Não acredito quando diz que nunca mais será feliz.
Quem me dera a mim, minha amiga, ter a sua força!
E essa força de vida vai trazer até si coisas muito boas e pessoas muito boas.
Um grande abraço de respeito e admiração.
E para terminar, esta quadra festiva é realmente muito difícil para quem está só.
Mas a Helena tem um mundo inteiro dentro de si, um mundo que a dor e a desilusão não foram capazes de matar.
 
publicado por Luísa Castel-Branco às 09:51
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De RUIM a 11 de Dezembro de 2007 às 10:00
uma volta de 360 graus? assim ficou no mesmo sitio!!


Comentar post


Vox pop - E viva Campo de Ourique e as histórias felizes!

Fui lá armada em esperta. A intenção era saberm se aquelas mulheres que ali trabalhavam no Mercado de Campo de Ourique tinham sequer sabido da comemoração do Dia Internacional da Mulher.

E não é que todas, apenas uma excepção, tinham recebido presentes, eram casadas há mais anos do que imaginamos que ainda existam casamentos em Lisboa ?!

Toma lá Luísa para aprenderes!

posts recentes

Pois é, vem ai o Natal!

raquel disse sobre A dor ...

Ana Paula disse sobre Des...

Importa-se de repetir????...

Paula disse sobre Virgem ...

Sara disse sobre Virgem a...

Maria disse sobre Diário ...

Alexandra disse sobre DES...

sara disse sobre Negas a...

? disse sobre Diário de u...

Obrigada Maria

Negas ao sexo? Cuidado av...

Sobreviver a 2009

coisas q eu quero mudar e...

Sofia Diniz disse sobre A...

tags

todas as tags

arquivos

Dezembro 2011

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds