Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Pequenas evasões, grandes fugas

Sofia N. disse sobre A Sofia escreve aqui para a Lara na Quarta-feira, 16 de Julho de 2008 às 12:07:

     

 

Caríssima Sra. D. Luísa,

Existem inúmeras coisas que me fazem vibrar, especialmente o facto de lutar todos os dias para ter uma vida menos... enforcada, que tenho hoje. Isto porque quero dar, á luz da minha vida (entenda-se o meu filho) um futuro com todas as coisas boas da vida, q.b. óbviamente, e uma imagem de um ser humano lutador, que faz das tripas coração para ter o que quer. Acho que estes dois motivos são suficientes para me arrancarem da cama todos os dias! Se bem que há dias mais dificeis, mas pressuponho que sejamos todos iguais nesse aspecto.
Acho que a palavra certa que me faz vibrar é mesmo a Garra de vencer! A Força de lutar todos os dias!
Em relação ao curso, bem, é uma pergunta dificil mas de fácil resposta! Há sempre uma hipótese de acabar o meu curso, mas tal como outras coisas na vida, tudo tem um percurso a decorrer e consequencias. Para que eu conseguisse acabar o curso, teria que ter um super, hiper, mega ordenado para começar! Porque trabalhar desta maneira não sobre tempo, aliás há um défice de horas no meu dia, todos os dias! O que me obrigava a ter uma pessoa em casa para me orientar a casa, as refeições e o meu pinguim. Sra. D. Luísa... há coisas que não são impossíveis, mas que são dificeis são! Esta conversa serve, obviamente para a querida Lara!
Sou sozinha na minha casa, tenho um filho e só posso contar comigo e com o meu ordenado! E não, Sra. D. Luísa, não há prespectivas de soluções imediatas para o caso, não se "apoquente" com o assunto porque o que não tem remédio, remediado está!
Áh! Falta uma solução para o dilema do curso por acabar! Sair-me o Euromilhões! Ou outra ainda mais engraçada, encontrar o "Prince Charm"! Hahaha! Qual delas a mais improvável!
E não, não é uma questão de falta de fé, é uma questão de ser realista, e saber bem as minhas limitações e obrigações!

Só espero que a Lara leia isto para que possa perceber o quanto é dificil a vida de uma Lady!

E obrigada pelo seu interesse, é sempre agradável ler o seu interesse nos casos de todas nós! Bem haja para si e Parabéns por ser assim!

Cumprimentos a todas e todos!
 

 

Sofia,

Antes do mais não me trate por assim, mas simplesmente por Luísa. Sei que já sou entradota mas não precisamos de formalidades aqui no nosso cantinho!

Sei exactamente do que fala. Fiquei sozinha com três filhos a meu cargo e sobrava mês todos os meses durante muitos e muitos anos!

Quando falei da hipotese de não deixar morrer o seu sonho, estava a pensar para além do curso.

Claro que é impraticável fazê-lo agora e nas condições que tem mas o que eu gostaria mesmo de saber é se tem outros sonhos mais pequeninos.

Eu sempre sonhei escrever e isso fazia-o noite adentro quando finalmente a casa acalmava. Mas quem sabe se existem outros aspectos que possa desenvolver, agarrar, e ganhar um espaço de evasão?

Por exemplo, eu descobri as artes manuais ( não ser ria!). Só depois li que são utilizadas há já muito tempo no estrangeiro como terapia para o stress.Tenho a certeza que não tem menos jeito de mãos do que eu tinha mas...embora tenha a casa cheia de mil e uma coisas feitas. a verdade é que falhanço após falhanço acabei por conseguir fazer coisas muito bonitas.

Nunca ofereço presentes comprados à minha famiia ou amigos, mas sempre feitos por mim.

E o investimento necessário é pouco e garanto-lhe que a paz de alma é muita!

Pequenos passos em sei, mas existe já muita gente a ganhar dinheiro deste forma. E não significa que no futuro, com ou sem principe encantado não possa fazer o seu curso.

Tente até lá encontrar pequenos momentos de evasão.

Se quiser saber mais, posso reencaminha-la para imensos blogs que ensinam passo a passo.

Desculpe se a ideia lhe parecer parva, mas quero apenas partilhar o que a mim me faz bem!

Espero que a Lara leia o seu texto. Espero que ela nos ouça a todas.

Um abraço,

Luísa

 

 
publicado por Luísa Castel-Branco às 10:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Vox pop - E viva Campo de Ourique e as histórias felizes!

Fui lá armada em esperta. A intenção era saberm se aquelas mulheres que ali trabalhavam no Mercado de Campo de Ourique tinham sequer sabido da comemoração do Dia Internacional da Mulher.

E não é que todas, apenas uma excepção, tinham recebido presentes, eram casadas há mais anos do que imaginamos que ainda existam casamentos em Lisboa ?!

Toma lá Luísa para aprenderes!

posts recentes

Pequenas evasões, grandes...

tags

todas as tags

arquivos

Dezembro 2011

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds