Quinta-feira, 3 de Julho de 2008

à toa...

à toa...

 Que posso fazer ? tenho um marido muito amigo e generoso, bom pai, mas.....possessivo até ao limite."

 

Minha Amiga,

Assim não dá para a ajudar!

O que significa possessivo até ao limite?

Não lhe dá espaço para ser um ser humano completo? Não a deixa ter amigos? Não lhe permite ter opiniãos próprias?

Como vê, não publiquei nada que a identifique e por isso espero aqui, no nosso cantinho que me escreva e envie mais elementos para podermos ajuda-la.

Depois de ler as suas breves palavras, que me pareceram escritas a medo, fiquei a olhar para a sua mensagem e pensei que algo não bate certo.

Se se sentisse feliz, com esse marido tão amigo, generoso e bom pai, porque escreveria desta forma, como quem pede desculpa pelo desabafa?

Aqui está a salvo, coberta pelo anonimato e se quiser, eu e todos os outros que como pode verificar têm ajudado através dos comentários, ficamos à sua espera.

 

Um grande abraço.

 

P.S.

Tenho recebido vários emails enviados para este blog, de mulheres que pedem o anonimato e dizem que o exemplo da Ana, e da ajuda que lhe tentámos prestar as incentivaram a desabafar e a pedirem também ajuda.

A todas e a todos asseguro que não publicarei no blog quando tal mo pedirei, o que tem acontecido, mas estou à vossa disposição para ajudar.

Não se esqueçam que eu sou "Especialista em coisa nenhuma" e apenas posso dar-vos o que a experiência da vida me deu a mim.

publicado por Luísa Castel-Branco às 11:41
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

A vida normal de uma mulher

sofia G. disse sobre Desafio nº12 – Vamos falar de sexo? na Segunda-feira, 30 de Junho de 2008 às 15:28

 

Olá!

Este desafio é sem dúvida muito interessante. Sou mãe de um menino e desde que o meu filho nasceu a nossa rotina (minha e do meu marido) mudou drásticamante.
Lógicamente, não me arrepende de ter tido um filho, ainda mais que este filho foi planeado e muito desejado.
Acordo às 06h, saio de casa ás 7:45, deixo o meu filho na creche, deixo o meu marido no trabalho e vou trabalhar. Saio da empresa ás 18h00, vou buscar o meu filho, vou buscar o meu marido, vamos ao supermercado (para compras diárias), chego a casa tenho tudo muito desarrumado. Queremos brincar um pouco com o nosso filho. "Domésticamente" tenho que dar um jeito à casa, para manter a coisa minimamente habitável. Marido dá banho ao meu filho, eu preparo o jantar, ponho roupa a lavar, ponho roupa a secar. Tentamos adormecer o meu filho (o que é cada vez mais tarde). Finalmente está a dormir, jantamos.. São 23h e qualquer coisa... fazer amor? Sinceramente, nem sempre tenho disposição. O cansaço vence-me.

O blog é muito interessante, continue.

 

 

 

Sofia,

Transcrevi o seu comentário por ser um exemplo igual de tantas e tantas mulheres que por aqui passam.

Quando pensamos na baixa natalidade no nosso pais e respectivo envelhecimento da população, as razões são por demais evidentes.

O aumento do custo de vida torna a decisão de ter um filho numa prova de esforço financeiro.

E com a falta de apoios que existem, ter mais do que um filho começa a ser verdadeiramente difícil.

Gostava de saber, quando a Sofia e o seu marido caiem na cama, se conseguem sequer conversar, quanto mais!

E claro que o tempo, sinto muito dizê-lo, não vai trazer acalmia bem pelo contrário.

Acredite que esta é uma óptima fase, porque quando ele chegar à idade de sair à noite com os amigos, garanto-lhe que você não prega olho!

Mas, tudo vale a pena por um filho, disso eu tenho a certeza.

Só que momentos a dois, clima mais intimo e algo mais torna-se muito complicado.

Pelo cansaço, depois pela rotina mais o cansaço, depois juntam-se todos os problemas materiais.

Não se esqueça nunca, minha amiga, que é igual para toda a gente.

E que os poucos que têm dinheiro para conhecerem outro tipo de vida, nem por isso são mais felizes ou têm relações mais duradouras.

Um grande abraço e de vez em quando peça a uma das avós para o seu filho pernoitar lá em casa. Se puder, claro!

 

publicado por Luísa Castel-Branco às 15:29
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

posts recentes

Pois é, vem ai o Natal!

raquel disse sobre A dor ...

Ana Paula disse sobre Des...

Importa-se de repetir????...

Paula disse sobre Virgem ...

Sara disse sobre Virgem a...

Maria disse sobre Diário ...

Alexandra disse sobre DES...

sara disse sobre Negas a...

? disse sobre Diário de u...

Obrigada Maria

Negas ao sexo? Cuidado av...

Sobreviver a 2009

coisas q eu quero mudar e...

Sofia Diniz disse sobre A...

tags

todas as tags

arquivos

Dezembro 2011

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds